close
AlergiasTricologia

Os Riscos da Escova Progressiva – Parte 2

alergica-e-produzida-cabelo-comprido-riscos-escova-progressiva

Os Riscos da Escova Progressiva – Parte 2: Nesse texto conseguimos entender um pouco da fibra capilar, a ação, malefícios e dicas para tratar os cabelos danificados após escovas progressivas.

escrito pela colaboradora Evelize Bratifisch, química especialista em cabelos e com comentário da consultora em Tricologia, drª Anaflávia sobre progressiva.

Um mal muito além do que vemos

O cabelo liso e brilhante é a preferência nacional, sendo assim, desejo da maioria das brasileiras.

Existem vários procedimentos para alisar as madeixas, e o mais popular é a escova progressiva, que há alguns anos foi vendida como tratamento, pois além do formaldeído também tinha a queratina em seu era composto.

Mas hoje já sabemos que como qualquer outra química, esse processo danifica o cabelo.

Então vamos entender um pouco sobre a fibra capilar e qual o mecanismo de ação das escovas progressivas.

Composição do Cabelo

alergica-e-produzida-Ligações-Químicas-Cabelo-riscos-escova-progressiva-tricologia
Ligações Químicas do Cabelo

O cabelo é constituído de proteínas, lipídeos, aminoácidos e água, sendo basicamente composto de queratina e de pigmentos.

No cabelo, portanto, temos: 45% de Carbono, 28% de Oxigênio, 15% de Nitrogênio, 7% de Hidrogênio e 5% de Enxofre.

A fibra capilar possui três camadas:

  • Medula – parte mais interna da fibra, acredita-se que ocorre em fios grossos e ásperos;
  • Córtex – representa 90% do peso do cabelo, ele dá força, flexibilidade, elasticidade e cor ao cabelo;
  • Cutícula – camada mais externa da fibra, funcionada como proteção ao córtex e é formada por escamas.

Quando saudável, o fio de cabelo pode ser esticado de 40 a 50% do seu comprimento sem se romper.

As fibras capilares são formadas pela queratina que é uma proteína resistente e insolúvel em água.

Entendendo a Escova Progressiva

A escova progressiva é um alisamento ácido com efeito progressivo que pode ser feito com Formol, Ácido Glioxilíco e Pro-Liss 100®.

Formol (Formaldeído) – é tóxico. O produto age no alinhamento das cutículas e assim, proporcionando aos fios um aspecto de liso, sem aspereza e brilhante.

Quando a escova progressiva com formol era vendida como tratamento, era realizado quatro aplicações periódicas, mas com alta concentração de formaldeído, apenas uma única aplicação o cabelo fica liso.

De acordo com o Cosmetic Ingredient Review a porcentagem de concentração segura para uso é de apenas 0,2% e essa quantidade não tem o poder de alisar a fibra capilar, apenas conservá-la.

Ácido Glioxílico – está proibido pela ANVISA desde 2014 sob alegação que há liberação de formol quando aquecido. Esse ácido muda a forma e torna os cabelos menos resistente.

Com o uso da chapinha tem-se o realinhamento da fibra e o formato liso dos fios.

Várias empresas estão fazendo testes para liberar seu uso, pois acredita-se que a temperatura necessária ocorrer essa liberação seja acima de 500°C, algo que não seria possível ser atingido durante o processo da escova.

O que pode gerar confusão sobre esse produto é que na Europa o uso é liberado, mas sua composição é diferente.

Sendo assim, a matéria prima de alta pureza quando aquecida, não danificam o cabelo. No Brasil, a situação é bem diferente!

A recomendação é: Não use!

Pro Liss 100® – Glyoxyloyl Carbocysteine and Glyoxyloyl Keratin Amino Acids and Water. Age na cutícula rompendo as pontes de hidrogênio e Salinas, além de promover a interconversão das pontes de cistina da superfície do fio.

Com ajuda do calor e da força mecânica, o cabelo fica liso.

Escova Progressiva: Efeitos e Resultados 

alergica-e-produzida-tricologia-cabelo-danificado-risco-escova-progressivaA escova progressiva aliada ao calor da chapinha,  promove uma reação de termo fusão entre o formol e a queratina, criando uma estrutura insolúvel em água.

Gerando deformação das cutículas e uma barreira plástica, que não permite a absorção de  água, vitaminas e ativos no córtex capilar.

Deixando as fibras ressecadas, quebradiças, com perda de elasticidade e flexibilidade.

Conselhos da Tricologista Dra Anaflavia 

“Quando o assunto é escova progressiva, todo cuidado é pouco. O que é falado por aí é apenas a ponta de um enorme iceberg.

Primeiro, porque infelizmente, algumas empresas cosméticas, adicionam o formaldeído ou ativos semelhantes em suas formulações sem descrevê-los no rótulo do produto.

Segundo, que há profissionais que fazem progressivas e vendem como cauterização, botox, mel, chocolate, flores ou pior, como tratamento capilar.

Se mesmo assim, você deseja fazer a progressiva para ter seu cabelo liso, minha recomendação é: Se você gosta de seu cabelo, por favor,  não faça!

O fato é que a escova progressiva só causa prejuízos progressivos ao cabelo, muitas vezes, não percebidos nas primeiras aplicações, sem contar que o benefício do liso fica artificial.

Você vai perder a naturalidade, o modelado e balanço que são próprios de um cabelo saudável.

Há outras formas mais saudáveis de alisar, modelar e “domar” o cabelo. Consulte um cabeleireiro que seja tricologista ou terapeuta capilar.

Ele vai te explicar em detalhes como funciona, ver as opções para chegar no resultado que você deseja e fazer o teste de mecha.

O médico tricologista apesar de não realizar o procedimento, pode avaliar, orientar e tirar suas dúvidas.”

Cuidados Pós-Progressiva

alergica-e-produzida-tricologia-cabelo-tratamentoÉ fundamental para a beleza e saúde das fibras manter o cabelo hidratado e reparado após ter feito escova progressiva.

Caso faça também coloração, essa deve ser feita primeiro, pois o PH muito alto das tinturas abre a cutícula do fio e altera o efeito da progressiva.

Além disso, já haverá deposição de pigmento na parte mais interna do fio e a progressiva age mais na superfície.

Dicas para tratar os Cabelo Pós Progressiva:

Como fazer para o efeito da progressiva durar? Como tratar um cabelo danificado por um procedimento mal feito?

Procurem nos rótulos dos produtos os seguintes componentes:

  • Óleo de Jojoba (Jojoba Oil) – funciona como doador de brilho sem deixar o cabelo com aspecto oleoso.
  • Óleo de Abacate (Persea Gratissima Oil – Avocado) – muito nutritivo, promove a maciez dos cabelos.
  • Óleo de Camelina (Camelina Sativa Seed Oil) – penteabilidade, maleabilidade e antioxidante.
  • Óleo de Noz de Macadâmia (Macadamia Nut Oil) – lubrifica e hidrata a fibra capilar.
  • Manteiga de Illiê (Shorea Robusta Seed Butter) – hidrata e recupera a fibra capilar.
  • Manteiga de Tucumã (Astrocaryum Tucuma Seed Oil) – restaura e hidrata os cabelos.
  • Manteiga de Karitê (Botyrospermum Parkii Oil – Shea Butter) – antioxidante e restaurador.
  • Óleo de Argan (Argania Spinosa Kernel Oil) – hidrata, lubrifica e restaura.
  • Amodimeticone (Amodimethicone) – reparador, formador de filme e melhora a penteabilidade.
  • Proteína Hidrolisada do Trigo (Hydrolyzed Wheat Protein) – reparador.
  • Polyquartenium 10 – reparador.
  • Polyquatenium 7 – melhora o penteado e a maciez.

Referências Bibliográficas:

  • Corrêa, Marcos Antonio. Cosmetologia Ciência e Técnica. 1 Ed. Ed. Medfarma. São Paulo, 2012.
  • Halal, John. Dicionário de Ingredientes de Produtos para Cuidados com o Cabelo. Ed. Senac. São Paulo, 2010.
  • Halal, John. Tricologia e a Química Cosmética Capilar. 5 Ed. Ed. Cengage Learning. São Paulo, 2015.
  • Garcia, Solange. Alisantes e Permanentes. Material disponível para alunos da Pós Graduação de Tricologia Cosmética. Faculdades Oswaldo Cruz, 2015.

Texto enviado pela Dra. Anaflávia Oliveira, médica e tricologista pela International of Association of Trichologists (IAT).

Clinica Médica Capilar Folyic: www.folyic.com.br

Facebook/Instagram: @folyic_tratamento_capilar 

Veja Mais
Eventos

13ª Beauty Fair 2017

alergica-e-produzida-beauty-fair-2017
13ª Beauty Fair 2017: A feira Internacional de negócios voltada para o profissional e o comerciante do setor da beleza.  Marcas visitadas na 13ª Beauty Fair Esse ano optei
Veja Mais
alergica-e-produzida-25-estétika-2017
Eventos

25ª Feira Estétika São Paulo 2017

25ª Feira Estétika São Paulo 2017: Domingo estive na feira considerada a maior feira de estética da América Latina, Estétika – Exposição Internacional de Beleza 2017. Visitei os estandes da Mezzo, Vitaderm, Árago, Skeyndor, Flér Dermocosméticos, Raavi Dermocosméticos, Depil
Veja Mais
1 2 3 25
Page 1 of 25