close
AlergiasDermatologia

Entrevista com Cirurgião Plástico Dr. Alexandre Audi

alergica-e-produzida-entrevista-cirurgião-plástico-Alexandre-Jin-Bok-Audi-Chang-caneta

Entrevista com Dr. Alexandre Audi, cirurgião Plástico do Núcleo de Feridas Complexas do Hospital Sírio-Libanês e Membro da *SBPC.

Cirurgião Plástico – Dr. Alexandre Audialergica-e-produzida-entrevista-cirurgião-plástico-Alexandre-Jin-Bok-Audi-Chang-cadeira

Formado pela Faculdade de Medicina da USP-SP.

Membro da *Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica – SBPC, especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Cirurgião plástico do Hospital da Aeronáutica de São Paulo e do Núcleo de Feridas Complexas do Hospital Sírio-Libanês.

Realizou internato médico com equivalência na conceituada Harvard Medical School em Boston.

Especialização em Microcirurgia Reconstrutiva e Reconstrução Mamária, no Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo.

Após o término da residência médica de cirurgia geral e cirurgia plástica neste mesmo hospital.

Informações Necessárias

Que informações o paciente deve saber para escolher um cirurgião plástico?

O paciente tem de ter total confiança no profissional que irá operá-lo. É de fundamental importância conhecer a formação de seu cirurgião plástico.

Saber onde fez a faculdade de medicina e as residências médicas de cirurgia geral e de cirurgia plástica são extremamente relevantes.

São os fundamentos da formação médica e frequentemente norteiam a escolha de toda a equipe médica que participará da cirurgia.

Saber se é membro da sociedade brasileira de cirurgia plástica é também uma garantia de que o médico realmente é um cirurgião plástico.

O que o paciente deve perguntar e informar ao seu médico antes da cirurgia?

O paciente precisa explicar suas expectativas ao cirurgião plástico e ouvir atentamente as indicações cirúrgicas para o seu caso específico.

Quais os riscos cirúrgicos, cicatrização, o melhor tipo de anestesia para o seu caso específico, o tempo médio da cirurgia, período de internação e as restrições pós-operatórias.

O tempo de recuperação médio e necessidade de tratamentos de manutenção, como fisioterapia pós-operatória, por exemplo são muito importantes.

Os Risco de Alergia na Anestesia

Há possibilidade da anestesia pode provocar alguma reação alérgica? 

Sim, os medicamentos da anestesia podem causar reações alérgicas e até mesmo a anafilaxia, a reação alérgica mais grave e com maiores riscos.

A história pessoal de alergias diversas, como látex, a antibióticos, como penicilinas, anti inflamatórios, como cetoprofeno e até os frutos do mar pode nos ajudar a prevenir esse risco.

Existe a estação ou época do ano mais adequada para passar por uma Cirurgia Plástica? 

Por estarmos em país tropical, com estações pouco definidas,  costumo dizer que o melhor momento para operar é o melhor momento para o paciente.

É muito mais importante operar no momento mais tranquilo, em que o paciente poderá fazer o repouso, os tratamentos pós-operatórios com calma.

Ter paz de espírito para focar em sua recuperação é muito melhor do que operar às pressas, tendo menos tempo de recuperação, somente para operar em uma estação específica.

Desvio de Septo e Rinite Alérgica

Após a cirurgia de desvio de septo terei uma melhora da rinite alérgica?

Somente a correção do desvio de septo, não costuma melhorar a rinite alérgica.

O procedimento que melhora a obstrução pela rinite é a turbino plastia, em que se resseca ou se cauteriza o excesso mucoso dos cornetos nasais proporcionando uma melhora do fluxo de ar.

As próteses mamárias prejudicam a amamentação e a realização da mamografia?

Diversos estudos foram realizados nesse sentido que não mostraram evidências de piora na amamentação e nem nos exames de rastreamento mamários (mamografia).

Plástica Facial X Cosméticos

Quanto tempo após uma cirurgia plástica na face, está liberado o uso de maquiagem e do protetor solar?

O ideal é aguardar entre 2 a 3 semanas para voltar a usar maquiagem a depender do tipo de procedimento realizado.

O protetor solar deve ser utilizado tão logo o seu cirurgião libere, que geralmente é por volta da segunda semana da cirurgia.

É recomendado algum cosmético para o pós-operatório?

O paciente só deverá usar o que lhe for recomendado pelo médico para o seu caso específico.

Os cosméticos em geral devem ser evitados, pois as cicatrizes podem estar permeáveis e, ao se aplicar cosméticos precocemente, pode-se contaminar a ferida e aumentar o risco de irritações químicas, alergias, necroses e até infecções.

Agradeço sua entrevista ao Alérgica e Produzida!

Para finalizar, deixe algumas palavras para as leitoras?

Eu que agradeço pela oportunidade, gostaria de enfatizar que a busca pelo seu cirurgião plástico é o mais importante e sério.

Deve ser criteriosa e baseada na qualidade e na segurança, não somente nos preços. Sempre desconfie de preços baixos. Uma cirurgia plástica realizada com qualidade e segurança não tem como ser barata.

O valor de uma cirurgia plástica é a soma de todos os honorários da equipe médica e não médica, essencial para o bom andamento do procedimento.

Geralmente composta pelo cirurgião plástico principal, cirurgião plástico auxiliar ou auxiliares, médico anestesista e instrumentador. Uma boa equipe tem o seu valor!

Além disso, existem os custos hospitalares e, em algumas cirurgias, o valor dos implantes, que também são diferentes entre si.

“Quando um cirurgião plástico cobra preços muito baixos, ele está cortando algum custo importante e assim negligenciando algo que poderá comprometer a segurança e a qualidade da cirurgia.”  Dr. Alexandre Audi

Ana Paula

Post publicado por: Ana Paula

1 Comentário

Deixe seu comentário