close

Paola Nunes

Eventos

WORKSHOP Alergias e Intolerâncias Alimentares

alergica-e-produzida-eventos-workshop-alergias-intolerancias-alimentares-participantes-2015

Ufa! Até que enfim vou publicar pra contar tudo sobre o 1º Workshop do Blog Alérgica e Produzida. O evento foi massa, num lugar top, dia bonito, gente bacana, muitas surpresas, palestrantes de primeira e comida deliciosa, tudo preparado com super cuidado e carinho!!! 😉

A ideia: Abordo todos os tipos de alergias, porém venho acompanhando o crescente aumento de pessoas com alergias e intolerâncias alimentares, por isso achei que o tema era perfeito para esse 1º evento. Para as palestras, convidei a nutri Paola Nunes e o bio Fabio Gricíunas, consultores em alimentação do Blog.

  • Palestra: Causas, Sintomas associados e Reações tardias ao consumo de Alimentos Alergênicos.

Depois de ouvirmos o Fabio, fizemos uma pausa o Coffee Break, que foi a primeira surpresa. Preparamos uma mesa Funcional com  Bolos, Geleias, Sucos, Iogurtes, Pães, Biscoitos, Trufas, Queijos … TODOS sem Lactose, Glúten e Ingredientes Artificiais. As marcas parceiras (Belive befree, Bolô Chérie, Casa da Ovelha, Emi Corado, Fazenda da Toca, Galena, Luminus Life, Naturalis, Parise Gourmet, Queensberry, Sanavita, Vitalin)capricharam, pois além da qualidade, estava tudo fresquinho e delicioso.

Quando terminamos o coffee, participamos da Palestra: Como substituir corretamente os Alimentos nas Dietas em casos de Alergias e Intolerâncias Alimentares.

alergica-e-produzida-eventos-workshop-alergias-intolerancias-alimentares-emi-corado-2015A segunda surpresa foi a participação especial da Emi Corado preparando e ensinando Receitas Rápidas para Alérgicos e Intolerantes!

alergica-e-produzida-eventos-workshop-alergias-intolerancias-alimentares-sorteio-2015A outra Surpresa foi o Sorteio da caixa com produtos da Naturalis e trufas Emi Corado.

alergica-e-produzida-eventos-workshop-alergias-intolerancias-alimentares-diana-cortez-revista-fit-2015Além dos inscritos, o evento teve a presença da Redatora Chefe da Revista Fit, Diana Cortez

alergica-e-produzida-eventos-workshop-alergias-intolerancias-alimentares-kits-2015No encerramento do evento, todos os presentes ganharam sacolas recheadas de produtos gostosos!!!

Em breve publicarei sobre os assuntos abordados nas palestras e particularidades dos produtos participantes.

Agradeço de coração a todos os presentes e até o próximo!!! 😉

Veja Mais
Eventos

Participe: WORKSHOP – “Alergias e Intolerâncias Alimentares

alergica-e-produzida-eventos-workshop-intolerancias-e-alergias-alimentares

Recebo muitos e-mails com dúvidas sobre Alergias, por isso surgiu a ideia de convidar os consultores especialistas para palestrar num Workshop sobre “Alergias e Intolerâncias Alimentares” – Causas, Sintomas e Alternativas! dia 19 de Setembro de 2015 (sábado) na Escola São Paulo (Auditório) – Localizado na Rua Augusta, 2239 – Cerqueira César São Paulo/SP, ao lado do metrô Consolação. No horário das 14:00 às 18:00hs.

Programação do Evento: Confira a Programação

Palestras: 

  • Causas, Sintomas associados e Reações tardias ao consumo de Alimentos Alergênicos, com Fabio Griciunas Biomédico em Fisiologia Humana.
  • Como substituir corretamente os Alimentos nas Dietas em casos de Alergias e Intolerâncias Alimentares, com Paola Nunes Nutricionista Funcional Clínica.
  • Receitas para Alérgicos e Intolerantes: na Prática! com Emi Corado Especialista em Alimentação Funcional.

Participação:

  • Kit de Boas Vindas.
  • Coffee Break Funcional.
  • Perguntas aos Palestrantes.
  • Sorteio de 1 cesta de Produtos.

Esse evento terá como objetivo auxiliar pessoas alérgicas ou intolerantes alimentares conhecer as causas, incluir no cardápio opções nutritivas e dar dicas acessíveis para aproveitamento em receitas. As Vagas são Limitadas! O 1º lote para inscrições no evento já está disponível e pode ser adquirido por R$: 190,00 através do Pagseguro. Corra e  INSCREVA-SE AGORA!

Veja Mais
Eventos

Meeting de Nutrição Estética 2015

alergica-e-produzida-alimentos-mulher-laranja-capsulas-meeting-nutricao-estetica-2015

No último sábado, dia 16 de maio, participei do MBNE 2015 –      II Meeting Brasileiro de Nutrição & Estética, evento promovido para conhecimento e atualização científica ao profissionais da área da saúde). Amei assistir as aulas dos Palestrantes com várias novidades sobre Alimentação, Estética e Saúde.

alergica-e-produzida-alimentos-meeting-nutricao-estetica-2015Pirei o cabeção conhecendo e saboreando os lançamentos dos Expositores do segmento da Nutrição Funcional.

alergica-e-produzida-palestrantes-meeting-nutricao-estetica-2015O evento durou o dia todo e estava tão dinâmico e interessante que o tempo voou. A noite cheguei em casa repleta de lançamentos e abastecida de informação. Muitaaaaaaaaaaaaaa coisa gostosa que podemos agregar na nossa dieta sem peso na consciência, muitas alternativas saborosas aos Alérgicos e Intolerantes a Leite, Glúten e etc, várias opções acessíveis para para melhorar a qualidade de vida, saúde e beleza através da alimentação. Estou testando tudinho e já posso que tenho tido muita surpresa boa e vou publicar no Blog.

Quero parabenizar a e4 Agência responsável pela organização impecável do evento e agradecer o convite.

Bjss!! 😉

Veja Mais
AlergiasNutrição

Os benefícios do Ovo

alergica-e-produzida-alergias-nutricao-ovo-brancos-galinha

Os benefícios do Ovo: Durante muito tempo foi visto como um vilão e não fazia parte de uma dieta saudável, uma vez, que apresenta Colesterol em sua gema.

Os benefícios do Ovo

Com novos estudos científicos ficou claro que o colesterol presente nos alimentos exerce pouca influência sobre a concentração do colesterol no sangue.

Sendo o ovo é uma excelente fonte de proteínas de alto valor biológico.

Em sua clara há uma composição completa de Aminoácidos (formam a Proteína) e estes estão muito disponíveis para o organismo.

Além da qualidade da proteína, o Ovo possui Vitaminas do Complexo B, A, D, E, K, Minerais, Zinco, Cálcio, Selênio, Fósforo e Ferro.

alergica-e-produzida-alergias-nutricao-ovos-marrom-galinha

Tipos de Ovos

Porém, apesar de ser um alimento com alto teor de nutrientes, algumas considerações devem ser feitas sobre do consumo dos ovos.

De preferência ao Ovo Caipira e Orgânico, por conter, maior teor de nutrientes.

Desta forma, os ovos devem fazer parte da alimentação das pessoas, com exceção apenas dos intolerantes e alérgicos ao alimento.

Os Diabéticos não devem consumir ovos acima de 3 vezes por semana.

Evite consumir ovos fritos, pois são usados os óleos vegetais hidrogenados, que possuem gordura trans.

Prefira o alimento cozido, na forma de Omeletes, Mexidos ou Panquecas.

Texto enviado pela Nutricionista e consultora, Paola Nunes.

Bjss!! 😉

Veja Mais
AlergiasNutrição

Batata Doce: o carboidrato ideal

alergica-e-produzida-alergias-nutricao-batata-doce-carboidrato

A batata doce é o carboidrato ideal para as dietas de emagrecimento, restrições ao glúten e para garantir maior energia ao metabolismo dos atletas, por ser rica em proteínas e ter baixo índice glicêmico.

O tubérculo possui boas doses de minerais – manganês, magnésio, cálcio, fósforo e potássio, é excelente fonte de Vitamina A, que contribui para a saúde dos olhos, pele e sistema imunológico.

O alimento é composto principalmente por amido, por isso, pode substituir o arroz ou macarrão nas refeições. Além disso, a batata doce ajuda para o bom funcionamento do intestino, por ser rica em fibra alimentar insolúvel.

Diferente dos grãos e farinhas brancas, ela prolonga a sensação de saciedade, libera energia para o organismo aos poucos, evitando picos de glicose, prevenindo doenças como obesidade, envelhecimento precoce e diabetes.

Batata Doce X Batata Inglesa

As diferenças entre as batatas vão do sabor ao índice glicêmico. Enquanto a batata inglesa tem um alto índice glicêmico IG = 70, que eleva rapidamente o açúcar no sangue, a batata doce possui um índice glicêmico muito menor IG = 48, que evita a rápida elevação da insulina.

Mesmo sendo saudável, é importante lembrar que o consumo em excesso de batata doce, será armazenado na forma de gordura. Por isso a porção ideal por refeição deve ter a medida da palma de sua mão e ser combinado com vegetais folhosos verdes, de preferência crus e mais 2 ou 3 variedades de legumes com cores diferentes.

Boas sugestões são: acelga, alface, agrião, rúcula, couve, abóbora, abobrinha, chuchu, cenoura, beterraba, couve flor, brócolis, etc. Matéria e Receita da Nutricionista Funcional, Paola Nunes.

Receita: Pão de Queijo

alergica-e-produzida-alergias-nutricao-batata-doce-receita-pao-de-queijo100 g de batata doce cozida;

2 ovos;

2 claras;

50 ml de água;

150 g de ricota de tofu;

sal a gosto;

200 g de polvilho azedo;

1 colher (sopa) de fermento em pó;

1 colher (sopa) de semente de chia;

Modo de Preparo:

Liquidifique a batata doce, a ricota de tofu, a água, os ovos, as claras e o sal. Quando a massa estiver numa consistência cremosa, agregue os demais ingredientes e liquidifique até que todos os ingredientes estejam homogêneos.

Modele a massa em bolinhas do tamanho de sua preferência, distribua-os numa assadeira untada com azeite, deixando um espaço entre eles. Leve ao forno pré-aquecido por 30 minutos ou até os pães estejam dourados.

Veja Mais
AlergiasNutrição

Tapioca: Alternativa saudável

alergica-e-produzida-alergias-nutricao-tapioca-paola-nunes-alimento

Tapioca, Alternativa saudável! Muito comum no Norte e Nordeste, está cada dia mais popular no Brasil e uma boa opção para dietas restritivas ao glúten.

Origem

O Brasil é um dos grandes cultivadores da mandioca, de onde é produzida a farinha de mandioca e a fécula, principal ingrediente da tapioca, de origem indígena.

Outro motivo que vem fazendo cada vez mais pessoas substituir o consumo de pães e bolos feitos com farinha de trigo pela tapioca é por ser um alimento barato, fácil de fazer e versátil em receitas.

Doce ou Salgada

     Na utilização tradicional, semelhante a panqueca os recheios podem ser salgados ou doces. Com a massa também é possível fazer bolos, pizzas e sobremesas.

Mas, por ser um carboidrato, tem um  índice glicêmico alto, que significa que eleva o açúcar (glicemia) rapidamente na corrente sanguínea.

Por isso, o ideal é agregar fibras na preparação do alimento, por exemplo: chia, linhaça, cacau ou canela, alimentos que reduzirão a quantidade de glicose absorvida no organismo. Matéria e Receita da Nutricionista Funcional, Paola Nunes

Receita: Tapioca com queijo de cabra e damasco

alergica-e-produzida-alergias-nutricao-tapioca-queijo-cabra-damasco-receitas-paola-nunes
Ingredientes:
  • Goma de tapioca hidratada;
  • Queijo de Cabra a gosto;
  • Damasco a gosto;
Modo de Preparo: 
Aqueça uma frigideira antiaderente, coloque a goma de tapioca já hidratada (verificar no rótulo se precisa hidratar).
Aguarde formar uma massa homogênea e com liga e acrescente o recheio: queijo de cabra e damasco!
Veja Mais
AlergiasNutrição

Alergia e Intolerância ao Glúten

alergica-e-produzida-alergias-nutricao-gluten-free-paola-nunes

Alergia e Intolerância ao Glúten! O alimento tem a característica alguma fração proteica de difícil digestão. relacionados às reações adversas tardias.

alergica-e-produzida-alergias-nutricao-gluten-trigo-paola-nunes

A fração proteica presente nos cereais como o trigo, centeio, cevada e no plantio cruzado entre esses cereais e a aveia – esta que pode conter traços de glúten.

Aveia

Sobre a aveia vale uma ressalva, geralmente o plantio destes cereais, visando manter a terra fértil, é feito a partir de um sistema de rotação, ou seja, planta-se no mesmo terreno a aveia, depois o trigo, depois o centeio e retorna ao plantio da aveia.

Desta forma, podem ocorrer resquícios no solo de trigo ou centeio, que contêm o glúten. Para pessoas que apresentam doença Celíaca, o mais indicado seria consumir aveia que possua informações de que aquela aveia não está contaminada pelo glúten (existem marcas com essa característica no mercado).

Porém, para as pessoas que apresentam apenas intolerância ou incompatibilidade alimentar ao glúten, esta pequena contaminação de glúten muito provavelmente não desencadeará reações no organismo.

Da mesma forma que comentamos sobre as ações da proteína do leite de vaca no organismo, o glúten também causará um desequilíbrio na mucosa, prejudicando a absorção de nutrientes e podendo gerar sintomas em diferentes órgãos.

O Glúten e as Doenças Autoimunes

Muito tem se investigado atualmente sobre a relação do glúten e as doenças autoimunes. Para investigar se há incompatibilidade alimentar em relação ao glúten é necessário procurar por médico Gastroenterologista para realizar uma pesquisa clínica, através de análise de sinais, sintomas, exames, sempre associando essa pesquisa ao acompanhamento nutricional.

Muitas vezes, os exames laboratoriais podem ter resultado “Negativo”, mas na prática clínica, quando a pessoa digere mal estes alimentos e tem sintomas relacionados à essa proteína, após um período de exclusão e dessensibilização do sistema imunológico, os sintomas diminuem e o consumo esporádico destes cereais passa a ser tolerado.

É muito importante ter um acompanhamento individual para que a retirada de determinados alimentos seja feita de forma consciente e correta para que se evite restrições desnecessárias e a não solução dos sintomas. Matéria e Receita da Nutricionista, Paola Nunes.

Brownie de Chocolate: 0% Glúten

alergica-e-produzida-alergias-nutricao-gluten-receita-brownie-paola-nunesIngredientes:

2 xícaras (chá) de bebida vegetal;

2 ovos caipiras;

2 xícaras (chá) de farinha de arroz;

1 xícara (chá) de semente de chia ou farinha de chia;

1 xícara (chá) de açúcar demerara;

1 colher (sopa) fermento em pó;

1 xícara (chá) de cacau em pó.

Modo de Preparo:

Bater as claras em neve. Em outro recipiente misturar as gemas, o açúcar, a farinha de arroz, a chia e o cacau.

Misturar bem com uma colher. Acrescentar a bebida vegetal misturar bem com uma colher, quando o liquido já estiver bem misturado às farinhas levar para a batedeira.

Acrescentar as claras em neve. Por último acrescente o fermento. Misture. Deixe a massa descansar, enquanto unta a forma com 1 colher (café) manteiga, farinha de arroz e canela em pó. Tempo estimado de forno 40 minutos em 180° a 200° C.

Veja Mais
AlergiasNutrição

Os alimentos para aproveitar o Carnaval

alergica-e-produzida-alergias-nutricao-alimentos-carnaval-confetti-paola-nunes

      Os alimentos para aproveitar o Carnaval! A galera não vê a hora de cair na folia. E, para curtir os dias de folia, o texto dá dicas para garantir maior disposição e energia.

Bons alimentos para consumir dias antes do Carnaval:

Proteínas Magras – carnes magras, frango sem pele, peixes, queijo branco ou mussarela, iogurtes desnatados etc. Carboidratos Integrais, em pequenas quantidades.

Fontes de Gorduras Saudáveis – açaí, abacate, castanhas e azeite (quantidades moderadas), Legumes e Verduras. 3 Frutas ao dia. Bebidas para manter a hidratação.

É importante fazer uma refeição a cada 3 horas.

Bons alimentos para consumir durante os dias de Carnaval:

Carboidratos Integrais e fontes de Proteínas – queijo branco e mussarela, carnes brancas, legumes e verduras. Os alimentos leves e fontes de carboidratos, possuem uma digestão rápida e repõem as nossas reservas de energia.

Queijos devem ser consumidos frios, as carnes brancas, legumes e verduras devem ser cozidos ou assados para manter a digestão mais rápida.

Evitar: Alimentos com alto teor de Gordura, como: Frituras, Queijos Amarelos e Embutidos: Linguiça, Bacon, Presunto, Salame, Salsicha etc. Pois esses alimentos fazem uma digestão lenta podem causar indisposição. Matéria da Nutricionista Funcional, Paola Nunes.

Receita: Açaí Caseiro

alergica-e-produzida-nutricao-receita-acai-caseiro-paola-nunesIngredientes:

1 Banana bem madura;

50g de Polpa de Açaí;

30 ml de Bebida Vegetal;

1 colher (sopa) Colágeno Hidrolisado sem sabor;

1 colher (café) Mel ou Açúcar Demerara (*opcional).

Liquidificar todos os ingredientes.

Veja Mais
AlergiasNutrição

A importância da hidratação

alergica-e-produzida-alergias-nutricao-bebidas-copo-agua-paola-nunes
A importância da hidratação! Essencial para o bom funcionamento do corpo. Recomenda-se a ingestão diária de água: 3,7 L homem e 2,7 L mulher.

A quantidade de hidratação

 A quantidade de hidratação ideal de água que deve ser consumida é determinada de acordo a fatores como idade, peso, estatura, ambiente e nível de atividade física.
Estudos mostram que quando temos a sensação de sede já iniciamos o processo de desidratação.
Ou seja, não se deve esperar sentir sede para beber água, o correto é consumir um pequeno volume, com uma frequência bem distribuída ao longo do dia.
Um bom modo de iniciar a hidratação adequada ao dia é tomar um pouco de água logo cedo, quando acordar, antes do café da manhã.
E fracionar o volume de líquido ao longo do dia. Vale ressaltar que fracionar o volume de líquido significa consumir pouco volume de água várias vezes ao dia.
Isto porque a filtração realizada pelos rins pode sofrer interferência de um grande volume de água consumido de uma vez só, o que deixa o meio muito diluído e, desta forma, a reabsorção de certos nutrientes pode ser prejudicada.
Outra ressalva é em relação ao momento do consumo, que não deve ser concomitantemente à refeição, uma vez que o líquido dilui o suco gástrico e prejudica a digestão.

Líquido + Refeição= barriga!?

Há pessoas que sentem a saciedade apenas quando têm a sensação de plenitude gástrica, ou seja, necessitam sentir “que a barriga está cheia”.
Nestes casos, o líquido contribui para essa sensação de preenchimento total.
Não seria o líquido o responsável pela barriga maior, mas sim por prejudicar o modo com o qual a pessoa sente que está saciado.
Este processo deveria ocorrer após a mastigação adequada, que promove a liberação de substâncias que indicam para o cérebro que pode cessar o consumo de alimentos.

Dicas que te ajudam beber mais água:

  • Colocar o celular para despertar a cada meia hora para lembrá-la de beber água;
  • Use um copo pequeno (50 ml), junto com a garrafa, contendo o volume de água que deverá ingerir ao longo do dia todo.

Assim, o consumo será pequeno, mas você conseguirá cumprir a “meta” de volume de água por dia;

  • Outra alternativa é preparar cubinhos de gelo com hortelã, fatia de lima da pérsia, ou limão e adicioná-los a água.

Assim, ao longo do dia a água ficará com um leve sabor.

Receita: Águas Aromatizadas

alergica-e-produzida-nutricao-alergias-bebidas-agua-hidratacao-verao-paola-nunes

  • com Laranja: Lave bem e seque todos os ingredientes. Numa tábua, fatie 1 laranja em rodelas finas.

Numa jarra, junte com 1 rama de canela, 10 folhas de hortelã e 1 litro de água gelada, misture bem. Sirva gelado.

  • com Romã: Encher metade de uma jarra com gelo, colocar as folhas de hortelã, espremer as duas metades do limão siciliano sem as sementes.

Colocar a água natural ou com gás e depois espremer a 1 romã da mesma forma que fez com limão.

Misturar bem e o refresco está pronto para servir.

  • Refrescante: Levar as 5 cerejas sem caroço e 1 pêssego fatiado ao congelador.

Coloque 500 ml de água de coco na geladeira por 4 horas no mínimo.

Em uma taça colocar a água de coco gelada e as frutas congeladas. Decorar com folhas de hortelã e servir em seguida.

Texto enviado pela Nutricionista Funcional, Paola Nunes.

Veja Mais
AlergiasNutrição

Alimentação durante o verão

alergica-e-produzida-nutricao-alergias-alimentacao-verao-paola-nunes

Alimentação durante o verão! É comum sentir menos fome durante o verão. Mas, para manter a saúde, é ideal se alimentar, em intervalos de até 4 horas.

A alimentação para o verão

Nesta época, é interessante compor as refeições optando por alimentos de fácil digestão, como: Saladas, Frutas, Legumes e Cereais Integrais.

     Caso esteja de férias, é importante ficar atento aos “beliscos” fora de hora e aos petiscos altamente calóricos, disponíveis em quiosques e padarias. O mais saudável é levar o lanche de casa para a praia, ou para o momento de passeio.

Isto porque as lanchonetes de determinados locais dificilmente oferecem opções alimentares saudáveis, apresentando alimentos pouco nutritivos e com alto teor de gordura. 

Dicas:

– Levar aos passeios frutas e legumes, já higienizados e cortados em pedaços. Para melhor armazená-los é o ideal é levar em uma bolsa térmica ou isopor;

– Evite levar e/ou consumir alimentos que estragam fácil, tais como, maionese, queijos e presunto;
– Evite opções de lanches com alto teor de gordura, tais como, pastéis, patês, sorvetes de massa, salgadinhos de pacote e amendoins;
– Há boas opções de água de coco sem conservantes e sucos sem adição de açúcar, que podem ser transportados.

Com esses cuidados é possível manter uma dieta equilibrada mesmo durante as férias, evitar o ganho de quilinhos a mais e complicações na saúde. Afinal, férias é um período de descanso sim, mas a saúde e o bem estar devem ser prioridade, sempre!

Receita: Patê de Abacate com Azeitonas Pretas

alergica-e-produzida-nutricao-alergias-alimentos-verao-azeitona-abacate-receita-pate-paola-nunesIngredientes:

½ Abacate;

5  Azeitonas Pretas sem Caroço Picadas;

1   Colher (café) de Azeite;

1   Colher (sopa) de Suco de Limão;

1   Colher (café) de Pimenta do Reino;

Manjericão à gosto;

Modo de Preparo:

Amasse o abacate com auxílio de um garfo. Acrescente as azeitonas picadas, o azeite, o suco de limão, o manjericão picadinho, a pimenta do reino e mexa bem. Deixe refrigerar, passe nas fatias de pão integral, embale e transporte em bolsa térmica para manter os sanduíches refrigerados antes de servir.

Obs: Não há necessidade de adicionar sal caso a azeitona utilizada na receita venha conservada na salmoura.

 

Veja Mais
1 2 3
Page 1 of 3